Bogotá, 2 jul (EFE).- O Exército colombiano resgatou hoje a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, três americanos e 11 militares e policiais seqüestrados pela guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), nos departamentos (estados) de Guaviare e de Vaupés.

Betancourt, que também tem nacionalidade francesa, estava em poder das Farc desde fevereiro de 2002.

Estes são os principais acontecimentos da vida de Ingrid Betancourt: 1961 25 de dezembro: Nasce em Bogotá 1994 Eleita membro da Câmara de Representantes pelo Partido Liberal.

1996 Acusa o presidente Ernesto Samper de ter financiado campanha com dinheiro do narcotráfico.

1998 É escolhida senadora por seu partido, "Oxigênio Verde".

2001 Publica "La Rage Au Coeur" (Raiva no Coração). Renuncia a sua cadeira no Senado e lança sua candidatura à Presidência.

2002 23 de fevereiro: é Seqüestrada pelas Farc.

Julho: A guerrilha envia prova de que Betancourt está viva.

2003 Agosto: Nova prova de vida. Haverá novas provas de sobrevivência nos próximos anos. A última é enviada em novembro de 2007.

2007 16 de agosto: o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, aceita intermediar conversas entre o Governo colombiano e as Farc.

21 de novembro: o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, decide pôr fim à mediação de Chávez, o que suscitou uma profunda crise diplomática com o Governo venezuelano.

30 de novembro: É divulgada uma imagem na qual Betancourt aparece muito debilitada fisicamente.

2008 27 de fevereiro: quatro reféns libertados alertam sobre o precário estado de saúde de Betancourt.

27 de março: o defensor público colombiano, Vólmar Pérez, confirma os graves problemas de saúde da seqüestrada.

1º de abril: o Governo colombiano afirma desconhecer o paradeiro e o estado de saúde de Betancourt.

4 de abril: milhares de colombianos marcham pela liberdade de Betancourt e dos demais seqüestrados. Dois dias depois, com gritos de "Libertem Ingrid", os franceses fazem manifestações em diferentes pontos do país.

11 de junho: Yolanda Pulecio, mãe de betancourt, declara que tem notícias de que sua filha está melhor de saúde.

02 de julho: Ingrid Betancourt é libertada.

EFE doc/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.