Primeiros vacinados contra gripe na China não têm reações adversas

Pequim, 22 set (EFE).- Os jovens chineses que começaram a ser vacinados contra a nova gripe - na primeira vacinação em grande escala contra a doença no mundo - não mostraram reações adversas às doses nas horas posteriores, informaram responsáveis de saúde de Pequim à agência oficial Xinhua.

EFE |

Quinhentos funcionários de saúde, divididos em 49 equipes, realizaram as vacinações na segunda-feira em escolas de ensino fundamental e médio da capital chinesa, imunizando mais de 10 mil jovens.

"Nenhum deles mostrou reações anormais", destacou Zhao Tao, chefe do departamento de controle de doenças local.

Os escolhidos foram os estudantes que participarão do desfile pelo 60º aniversário da República Popular da China, em 1º de outubro, enquanto no próximo mês haverá uma campanha de vacinação em massa em todo o país, dirigida a grupos de risco, como crianças e idosos, assim como trabalhadores da saúde, dos transportes e funcionários de alfândegas.

A China foi o primeiro país a elaborar e comercializar uma vacina contra o vírus da nova gripe, depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) catalogou esta doença como pandemia.

O Ministério da Saúde chinês deve distribuir em todo o país 65 milhões de vacinas, equivalentes a 5% dos 1,3 bilhão de chineses.

EFE abc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG