Primeiros resultados oficiais dão vitória arrasadora aos militares em Mianmar

Apuração se encontra em seu quinto dia

EFE |

Bangcoc - O braço político da Junta Militar de Mianmar alcançou uma arrasadora maioria de votos nas eleições do último domingo, segundo os resultados preliminares divulgados pela emissora de TV estatal nesta sexta-feira.

Por enquanto, o Partido da Solidariedade e Desenvolvimento da União obteve 133 das 147 cadeiras na Assembleia Nacional e 81 das 86 vagas no Senado. Há dois dias, um porta-voz do partido anunciou que a legenda teria ao redor de 80% dos votos. No mesmo sentido, a oposição democrática, encabeçada pelo Partido Democrático e pela Força Democrática Nacional, já havia assumido sua derrota.

Embora já seja certa a vitória do partido liderado pelo atual primeiro-ministro, o general reformado Thein Sein, a Comissão Eleitoral birmanesa continua com a lenta apuração, que já entra em seu quinto dia. As autoridades do país ainda não confirmaram uma data para anunciar os resultados oficiais do pleito, nem detalhou o sistema de apuração de votos em Mianmar, comandado por uma ditadura militar desde 1962.

Pela Constituição de 2008, o Tatmadaw (Forças Armadas) tem reservado no mínimo 25% das cadeiras em ambas as câmaras do Parlamento, composto por 440 deputados e 224 senadores.

    Leia tudo sobre: iGeleiçõesmianmar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG