Primeiro-ministro turco propõe dividir Istambul em duas cidades

Proposta é parte de programa para as eleições deste ano na Turquia, marcadas para o dia 12 de junho

EFE |

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, propôs neste sábado dividir a principal metrópole do país, Istambul, em duas cidades diferentes - uma europeia e outra asiática - para administrar melhor a gigantesca cidade. A declaração foi feita durante a apresentação do programa do conservador Partido da Justiça e o Desenvolvimento (AKP) para a eleição de 12 de junho, cujas principais linhas são aprofundar a democratização do país, estimular o crescimento econômico, reforçar a sociedade civil e fazer as cidades mais habitáveis.

Erdogan explicou que a população de Istambul "já ultrapassou 15 milhões de pessoas e caminha em direção a 17 milhões". Por isso propôs estabelecer duas cidades: uma em sua margem europeia e outra na asiática.

Atualmente, Istambul é dirigida por uma prefeitura metropolitana que tem a maioria das competências de governo sobre um território de 5.343 quilômetros quadrados que engloba 27 distritos municipais. Erdogan também assegurou que seu governo construirá uma terceira ponte sobre o Bósforo, o estreito que separa Ásia e Europa em Istambul, algo que foi muito criticado pela oposição e as associações ecologistas, já que envolveria cortar milhares de árvores das florestas do norte da cidade.

    Leia tudo sobre: Turquiaeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG