Primeiro-ministro Putin mantém maioria de ministros do gabinete

O novo primeiro-ministro russo Vladimir Putin manteve nesta segunda-feira os principais ministros do seu gabinete enquanto presidente do país, entre eles os das Relações Exteriores, Defesa e Finanças, e nomeou para cargos próximos seus ex-colaboradores do Kremlin.

AFP |

Serguei Lavrov, Anatoli Serdiukov e Alexei Kudrin se mantêm respectivamente como ministros das Relações Exteriores, Defesa e Finanças, anunciou Putin, que na semana passada se tornou primeiro-ministro após ceder a presidência para Dmitri Medvedev, em um comunicado pela televisão.

Kudrin, um dos líderes da ala liberal, conserva, além disso, seu posto de vice-primeiro-ministro.

Putin será acompanhado por sete vice-premieres, dos quais dois terão o cargo de primeiros vice-primeiros-ministros, o que lhes confere maior visibilidade.

Viktor Zubkov, premier entre setembro de 2007 e maio de 2008, e Igor Chuvalov, aliado de Putin no Kremlin, se tornaram os dois primeiros vice-primeiros-ministros.

Zubkov estará a cargo da agricultura, pesca e setor alimentício, enquanto Chuvalov supervisionará a política econômica externar, as negociações para a entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio (OMC) e o desenvolvimento da liberdade de impressa.

Igor Sobianin, diretor da administração presidencial de Vladimir Putin, vai para o governo, onde ocupará o posto de vice-premier encarregado da direção do aparato governamental.

Igor Sechin, número dois da administração presidencial da era Putin, se torna também vice-primeiro-ministro, encarregado do desenvolvimento da indústria fora dos âmbitos da defesa e energia.

Serguei Ivanov, ex-agente da KGB, se mantém como vice-premier.

O sétimo vice-primeiro-ministro, Alexander Jukov, que também já tinha este cargo, supervisionará o desenvolvimento social, os esportes, turismo e cultura.

vl/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG