Primeiro-ministro nepalês encarrega líder maoísta de formar novo Governo

Katmandu, 24 mai (EFE).- O primeiro-ministro do Nepal, Girija Prasad Koirala, pediu formalmente hoje ao líder dos maoístas, Pushpa Kamal Dahal, conhecido como Prachanda, que, após a vitória que obteve nas eleições de abril, forme um novo Governo.

EFE |

Koirala se reuniu em sua residência com as três principais legendas do país, o Partido Comunista do Nepal-Maoísta (CPN-M), o Partido do Congresso Nepalês (NCP) - do qual o premiê faz parte - e o Partido Comunista do Nepal-Marxista-Leninista Unido (CPN-UML).

Durante o encontro, Prachanda foi encarregado da criar um novo Executivo, segundo a agência "Nepalnews".

O pedido formal coube a Koirala porque ele acumula as funções de chefe de Estado desde que os poderes do rei Gyanendra Bir Bikram Shah Dev foram suspensos.

"O primeiro-ministro pediu a Prachanda um novo Governo de acordo com a Constituição", declarou após a reunião o ministro da Paz e Reconstrução nepalês, Ram Chandra Poudel.

Na reunião, também foram tratados outros temas, como a nomeação de um "presidente cerimonial", embora nenhuma decisão tenha sido tomada, segundo Poudel.

Os três partidos se reunirão de novo amanhã para dar continuidade às conversas.

A primeira sessão da Assembléia Constituinte acontecerá na quarta-feira, e nela está prevista a proclamação da República e a abolição definitiva da Monarquia.

A antiga guerrilha maoísta, que venceu as eleições de abril, sem conseguir a maioria absoluta, tinha anunciado que a formação do Governo coincidiria com a reunião do Parlamento. EFE ms/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG