Tóquio - O primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, mudou hoje mais da metade do governo o qual dirige, entre eles os ministros responsáveis pela pasta de economia, mas manteve os pesos-pesados, os titulares porta-voz e de Exteriores.

Esta é a primeira remodelação de governo realizada por Fukuda, de 72 anos e primeiro-ministro desde setembro de 2007, e o objetivo é elevar a baixíssima popularidade do chefe do Executivo, que ronda os 25%.

Até a remodelação de hoje, 15 dos 17 ministros de Fukuda foram herdados de seu antecessor, Shinzo Abe, que renunciou após apenas um ano no governo, em meio a vários escândalos por corrupção e depois que o partido ao qual pertence perdeu o controle da Câmara Alta perante a oposição.

As mudanças aprovadas hoje por Yasuo Fukuda afetam todas as pastas econômicas, em um momento em que teme-se que o Japão possa voltar a entrar em recessão.

Leia mais sobre: Japão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.