Primeiro-ministro japonês diz que recuperação econômica é prioridade

TÓQUIO - O primeiro-ministro do Japão, Yukio Hatoyama, afirmou nesta segunda-feira que sua prioridade é sustentar a recuperação da economia do país e evitar que volte a cair em uma recessão profunda.

EFE |

Em entrevista coletiva concedida por ocasião do Ano Novo, Hatoyama disse que é preciso que a Dieta (Parlamento japonês) aprove os dois orçamentos de valor recorde ainda pendentes, o correspondente ao ano fiscal 2010 e o projeto extra do exercício em curso, que termina em março.

Além disso, insistiu na necessidade de manter a relação de aliança com os Estados Unidos e de resolver "em poucos meses" a nova localização de uma base americana do arquipélago de Futenma, como se comprometeu com os eleitores no pleito de agosto.

A decisão levará em conta "a aliança Japão-EUA" e será tomada "sem perder tempo", apontou Hatoyama, já que o anúncio é aguardado há muito.

No geral, sua entrevista coletiva não apresentou grandes novidades a respeito das linhas políticas esboçadas desde que assumiu o poder, em meados de setembro.

"Para que a economia não registrasse uma queda de dois dígitos, elaboramos medidas de emergência e um segundo orçamento extra no final do ano passado", lembrou Hatoyama.

Em dezembro, o governo japonês aprovou um orçamento recorde para o ano fiscal de 2010 de 92,3 trilhões de ienes (701,041 bilhões de euros), o maior da história do Japão, acima dos 88,5 trilhões de ienes (672,558 bilhões de euros) estabelecidos para o atual exercício.

Leia mais sobre: Japão

    Leia tudo sobre: japãoprimeiro-ministro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG