Primeiro-ministro israelense Ehud Olmert interrogado de novo pela polícia

O primeiro-ministro demissionário de Israel, Ehud Olmert, foi interrogado nesta sexta-feira pela polícia, pela quinta vez, por seu suposto envolvimento em uma série de casos de corrupção.

AFP |

Este interrogatório, como os anteriores, aconteceu na residência oficial do chefe de governo e durou duas horas.

Segundo fontes próximas à investigação, Olmert foi interrogado sobre o "conjunto dos expedientes" que estão sendo investigados.

A polícia suspeita que Olmert recebeu imporantes somas em efetivo do empresário judeu americano Morris Talansky quando era prefeito de Jerusalém entre 1993 e 2003 e depois ministro da Indústria e do Comércio entre entre 2003 e 2006.

Também é suspeito de fraude em um caso de superfaturamento de passagens de avião assim como a compra de uma casa a oeste da capital israelense.

Em função desses escândalos, o premiê anunciou em 30 de julho que renunciará a suas funções em setembro, depois das eleições de um novo líder de seu partido de centro, o Kadima.

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG