Tóquio 23 out (EFE).- O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, expressou hoje em visita oficial a Tóquio sua vontade de trabalhar junto com o Japão e outras nações na cúpula que será realizada em 15 de novembro, em Washington, para discutir a crise econômica global.

Segundo a agência "Kyodo", Singh agradeceu o apoio japonês ao acordo nuclear entre Índia e Estados Unidos durante uma reunião com os ex-primeiros-ministros Yoshiro Mori e Shinzo Abe.

Singh elogiou o Governo japonês por mostrar sua compreensão ao acordo nuclear apesar dos fortes sentimentos de grande parte da sociedade japonesa sobre os assuntos nucleares.

Mori e Abe explicaram a Singh a atuação do Governo japonês durante a crise japonesa dos anos 1990, durante a qual o Estado teve de resgatar instituições financeiras.

Os dois ressaltaram que o sistema financeiro japonês é sólido, embora ações para enfrentar a valorização do iene devam ser tomadas.

Durante uma reunião com Yukio Hatoyama, secretário-geral da principal legenda opositora - Partido Democrático do Japão (PDJ) -, Singh se mostrou a favor de minimizar os excessivos movimentos especulativos da última crise financeira.

Hatoyama foi o representante do PDJ na reunião, após o líder do partido, Ichiro Ozawa, a cancelar por problemas de saúde. EFE fab/fh/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.