Primeiro-ministro do Paquistão defende reconciliação no país

Islamabad, 18 mai (EFE).- O primeiro-ministro paquistanês, Yousuf Raza Gillani, defendeu hoje que se siga o caminho da reconciliação para solucionar os problemas do país e manteve, em plena operação contra os talibãs, que o Paquistão superará sua crise de segurança.

EFE |

"O Paquistão é capaz de sair por si mesmo da crise. O Exército estará em campo até que a paz seja restaurada. Esta guerra assegurará o futuro das próximas gerações", declarou o chefe de Governo, segundo o canal privado "Express TV".

Gillani inaugurou hoje na capital paquistanesa uma conferência sobre segurança nacional, que reúne legendas políticas tanto parlamentares como extraparlamentares, cujo tema central é a operação militar contra a insurgência talibã no norte do país e o êxodo de população civil das áreas de conflito.

Uma fonte governamental explicou à Agência Efe que os mais de 50 líderes políticos que participam da reunião têm "uma agenda com um só assunto, discutir a situação de segurança", e que provavelmente aprovarão uma declaração conjunta. EFE igb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG