TÓQUIO (Reuters) - O impopular primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, anunciou nesta segunda-feira que decidiu renunciar para tentar quebrar um impasse político. Fukuda vinha tendo dificuldades para lidar com um parlamento dividido, onde os partidos de oposição controlam uma das casas e conseguem travar os trâmites legislativos.

(Reportagem de Linda Sieg e Isabel Reynolds)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.