O primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, reestruturou seu gabinete, anunciou nesta sexta-feira o porta-voz Nobutaka Machimura, em uma última tentativa de melhorar sua popularidade.

De 17 ministros, 13 são novos, entre eles duas mulheres.

Entre os quatro membros do gabinete anterior está o porta-voz do governo, Nobutaka Machimura, que como secretário-geral de governo ocupará o segundo posto mais importante depois do primeiro-ministro.

O ministro japonês das Relações Exteriores, Masahiko Komura, defensor, assim como Fukuda, de uma aproximação com a China, também foi mantido em seu cargo.

Outros que permanecem são o ministro da Saúde, Trabalho e Previdência Social, Yoichi Masuzoe, e o ministro do Interior e Telecomunicações, Hiroya Masuda.

bur/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.