Bangcoc, 26 nov (EFE).- O primeiro-ministro da Tailândia, Somchai Wongsawat, afirmou hoje, em discurso à nação, que seu Governo é legítimo e que não renunciará.

O anúncio foi pronunciado após o chefe do Exército, o general Anupong Suchinda, pedir ao primeiro-ministro que dissolva o Parlamento e convoque eleições. EFE grc/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.