Primeiro-ministro britânico descarta novamente boicote aos Jogos Olímpicos de Pequim

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, rejeitou novamente neste sábado a idéia de um boicote à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, frente às declarações de uma alta funcionária francesa, segundo a qual a presença do presidente Nicolas Sarkozy está sujeita a condições.

AFP |

"Assistirei aos Jogos Olímpicos como muitos outros o fizeram", declarou Brown em uma entrevista coletiva à imprensa ao lado de vários dirigentes mundiais, que participaram de uma "cúpula de governos progressistas" em Watford (norte de Londres).

"Qualquer tipo de violência na China deve ser condenada e faço um apelo à moderação de todas as partes (...) É importante reconhecer que as tensões entre tibetanos e as autoridades chinesas apenas podem ser resolvidas por meio do diálogo", acrescentou o chefe de governo britânico.

Brown lembrou que o próprio líder espiritual tibetano, o Dalai Lama, rejeitou a possibilidade de um boicote e condenou os atos de violência cometidos por seus seguidores.

"Por isso, como (chefe de governo do) país que vai sediar os Jogos Olímpicos de 2102, vou participar" dos Jogos de Pequim, concluiu Brown.

elm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG