Primeiro homossexual legalmente casado assassinado por seu marido na Espanha

A Espanha registrou nesta semana seu primeiro caso de violência conjugal em um casal de homossexuais com o assassinato em Adra (Andaluzia) de um homem nas mãos de seu marido, do qual estava separado.

AFP |

A vítima, um espanhol de 34 anos, foi achado morto depois de ter sido esfaqueado no pescoço. O suposto assassino, seu marido de origem marroquino do qual estava separado há dois meses, cometeu suicídio depois de matar a vítima.

A municipalidade de Adra, onde a vítima trabalhava, declarou um dia de luto pelo assassinato.

Trata-se do primeiro caso oficial na Espanha de violência conjugal com um casal homossexual legalmente casado, depois da adoção, em junho de 2005, de uma lei que autoriza o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo.

A associação de defesa dos direitos dos homossexuais "Colegas" lamentou o assassinato em um comunicado, no qual destaca que a violência conjugal é "é uma realidade invisível" entre os casais de gays e lésbicas.

vg/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG