Primeiro caso da gripe é detectado nos territórios palestinos

Ramala, 23 mai (EFE).- O Ministério da Saúde da Autoridade Nacional Palestina (ANP) informou hoje que detectou o primeiro caso de gripe suína nos territórios palestinos, em uma menina de 4 anos residente na cidade cisjordaniana de Belém.

EFE |

Segundo o doutor Assad Ramlawi, do Ministério da Saúde, a menor chegou à Cisjordânia há três dias procedente do Texas e foi internada em um hospital, após serem detectados sintomas de gripe e, pouco depois, foi diagnosticada como portadora do vírus A (H1N1).

Ramlawi disse que as autoridades sanitárias estão tomando todas as medidas necessárias para prevenir a expansão da doença.

No vizinho Israel, as autoridades sanitárias anunciaram também hoje que detectaram três novos casos da doença, elevando para 63 o total de contagiados pelo vírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) realizará amanhã uma reunião de emergência para discutir fórmulas para conter a expansão da gripe suína.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE nm-aca/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG