San Salvador, 30 out (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajou hoje de San Salvador para Havana, sendo o primeiro governantes a abandonar a 18ª Cúpula Ibero-Americana.

Lula chegou ontem à noite à capital salvadorenha, depois da inauguração oficial da cúpula, e hoje assistiu à primeira sessão plenária, após a qual posou junto com os outros chefes de Estado para a tradicional foto, antes de viajar para Cuba.

Durante sua breve estadia em San Salvador, Lula reuniu-se em particular com os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

Lula chegará a Havana após cerca de três horas de vôo e hoje mesmo fará uma reunião privada com o presidente cubano, Raúl Castro, com quem também deve jantar esta noite.

Fontes oficiais brasileiras consultadas pela agência Efe não souberam precisar se Lula se encontrará com seu antecessor e irmão Fidel Castro, que lhe entregou o poder, após 39 anos, por motivo de doença.

O presidente brasileiro convidará Raúl Castro, que não assistiu à Cúpula Ibero-Americana, a participar da Cúpula da América Latina e o Caribe Sobre Integração e Desenvolvimento, em dezembro, em Salvador.

Também expressará a Castro a solidariedade do Brasil pelos danos causados por recentes furacões, e revisará diferentes assuntos da agenda bilateral e internacional.

Durante a visita de Lula a Havana também será assinado um acordo entre a Petrobras e a Cuba Petróleo (Cubapet) para a prospecção de jazidas de petróleo em território cubano.

Lula deve retornar a Brasília amanhã à tarde, após assistir à inauguração de um escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos em Cuba. EFE ed/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.