Primeira-ministra do Haiti assume e promete ajudar vítimas de tempestade

Porto Príncipe, 5 set (EFE).- A nova primeira-ministra do Haiti, a economista Michele Pierre-Louis, se comprometeu hoje a ajudar as milhares de vítimas da tempestade tropical Hanna.

EFE |

Após assumir formalmente o cargo, cinco meses depois da destituição do chefe de Governo anterior, Jacques Edouard Alexis, Michele disse que seu país enfrenta uma "tragédia inominável", razão pela qual convidou os ministros de seu Governo a assumir seus postos imediatamente.

Pierre-Louis disse em seu discurso que seu Governo fará o "melhor" para ajudar as vítimas deixadas pelo fenômeno meteorológico, que deixou pelo menos 163 mortos em sua passagem pelo país caribenho.

Além disso, afirmou que seus compatriotas esperam respostas à situação do país, agravada em abril passado quando o Senado destituiu Edouard Alexis em meio a violentos protestos contra a miséria.

"O nosso êxito é o êxito do povo haitiano", disse, para, em seguida, acrescentar que seu Governo enfatizará a inclusão social, os resultados específicos e a prestação de contas.

Durante a posse de Michelle, o presidente do país, René Préval, convidou os diferentes setores locais a se mobilizarem para melhorar a situação do país.

O líder se solidarizou com os familiares das vítimas da tempestade "Hanna", guardou um minuto de silêncio em memória dos mortos e agradeceu os esforços dos órgãos de ajuda nacionais e internacionais. EFE gp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG