Primeira-dama do Zimbábue agride 2 fotógrafos em Hong Kong

Londres, 18 jan (EFE).- Grace Mugabe, de 43 anos, mulher do presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, agrediu fisicamente dois fotógrafos em Hong Kong, um deles do tablóide britânico Sunday Times, informa hoje a publicação.

EFE |

Grace, conhecida por ser uma compulsiva por compras, ficou furiosa quando o fotógrafo Richard Jones tirou uma foto sua quando saía com pessoas de seu séquito de um luxuoso hotel da cidade.

Segundo a versão do dominical, a primeira-dama do Zimbábue mandou que seu segurança atacasse o fotógrafo. Depois, ela mesma passou a agredi-lo enquanto seu guarda-costas tentava arrancar a câmera do profissional.

"O guarda-costas segurou-o enquanto ela batia várias vezes na cara dele com seus punhos. Ela agia como uma louca", declarou ao "Sunday Times" Werner Zapletal, um turista austríaco que testemunhou a agressão.

Por causa dos anéis de diamante da mulher de Mugabe, acusado por Londres e outros Governos ocidentais de fazer o povo de seu país passar fome, o fotógrafo, de 42 anos, sofreu vários cortes e contusões no rosto e na cabeça.

Depois dessa primeira agressão, Grace e seu segurança tentaram fugir, mas no caminho esbarraram com um segundo fotógrafo, que antes de também ser agredido pela primeira-dama tirou algumas fotos dela.

A Polícia de Hong Kong estuda o vídeo de uma câmera de vídeo para determinar a gravidade do incidente. EFE jr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG