Primeira suposta vítima da gripe suína no México está saudável

México, 29 abr (EFE).- O menino Edgar Hernández, de 4 anos, conhecido como paciente zero, pois seria o primeiro infectado com o vírus da gripe suína no México, está saudável, desenvolvendo suas atividades normalmente, disse hoje o governador de Veracruz, Fidel Herrera.

EFE |

De dezembro de 2008 e até março deste ano, um foco de doenças respiratórias agudas afetou 600 dos 4 mil habitantes da localidade de La Gloria, localizada no município de Perote (Vera Cruz), 270 quilômetros ao leste da capital do país, onde mora Edgar.

Herrera disse que esse foco esteve associado "a duas frentes frias que causaram inclusive quedas de granizo muito fortes em Xalapa (capital de Veracruz) e Perote".

Na época, as autoridades realizaram uma campanha de saúde nesse município, no qual dois menores morreram de pneumonia, e só se teve conhecimento de que Edgar tinha contraído gripe suína em abril, quando o Governo enviou amostras da criança a um laboratório nos Estados Unidos.

Segundo Herrera, Edgar "foi diagnosticado e curado pela administração dos remédios que foram fornecidos naquele momento".

O governador disse que o menor recebeu uma mistura de amoxicilina com paracetamol, "que mantêm Edgar e seus parentes com os sistemas imunológicos intactos".

Segundo o líder local, a criança "é o único caso que temos de vírus de gripe suína" em Veracruz.

Herrera disse que seu Governo está dando "atenção especial" ao município de Perote.

Os habitantes dessa comunidade rural, na região montanhosa central do México, suspeitam que no local foi gerado o foco do vírus de gripe suína que afeta todo o país, porque a 10 quilômetros do lugar fica uma unidade da empresa Granjas Carroll, uma das principais criadoras de porcos.

No entanto, o Governo descarta essa possibilidade e inclusive disse que os porcos da empresa foram analisados e se encontram saudáveis. EFE jd/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG