Redação Central, 21 mai (EFE) - Um novo micro-robô de 7 gramas, capaz de saltar como um gafanhoto -1,4 metro-, foi apresentado hoje em sociedade e se prevê que sua primeira missão, ainda sem data, seja a prospecção de Marte, disse hoje à Agência Efe Mirko Kovac, do Laboratory of Intelligent Systems (LIS) de Lausanne (Suíça).

O objetivo deste micro-robô suíço é o de "encontrar pessoas em trabalhos de resgate" em situações como as que recentemente se deram em China ou Mianmar ou agir quando houver problemas em indústrias químicas ou realizar qualquer busca em "lugares inacessíveis", mas não "com uma finalidade militar", disse Kovac.

Este protótipo de micro-robô biomimético pode saltar 1,4 metro, 27 vezes a medida de seu corpo e 10 vezes mais o tamanho e o peso de qualquer outro robô que pudesse saltar.

A tecnologia foi apresentada hoje na Conferência Internacional de Robótica do IEEE (Instituto de Engenharia Elétrica e Eletrônica) em Pasadena (Califórnia, Estados Unidos).

"O que é muito positivo é sua capacidade de poder saltar a partir de bases biológicas", disse o cientista suíço-croata do LIS, Mirko Kovac, já que as características para que este robô minúsculo possa pular foram estudadas de animais como os gafanhotos, as pulgas e as rãs.

Todos eles foram analisados "por imagens de vídeo e por estudos de anatomia" que foram aplicados a este robô "de fibra de carbono e alumínio", disse Kovac.

Além disso, foi projetado para missões para a Terra e outros planetas do sistema solar nos quais haja superfícies com "muitas rochas", pelo que é importante que seja biomimético, já que de outra forma um robô com rodas ou que só ande ou voe não poderia fazer este tipo de missões em locais de difícil acesso.

O fato de poder saltar é sua característica "mais revolucionária, porque é um robô prático e isto é uma melhora" na robótica, afirmou Kovac.

Além disso, uma de suas grandes conquistas é "seu pouco gasto de energia", já que este micro-robô "está equipado com placas solares para se recarregar durante a execução dos saltos", acrescentou hoje um comunicado emitido pelo LIS.

Com a pequena bateria que carrega, este protótipo pode executar 320 saltos em intervalos de 3 segundos.

Este micro-robô -que ainda "não está à venda", disse Kovac- foi desenhado por pesquisadores do LIS. EFE bp/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.