Primeira hispânica é confirmada para a Suprema Corte dos EUA

A juíza Sonia Sotomayor se tornou, nesta quinta-feira, a primeira hispânica a ser aprovada pelo Congresso dos Estados Unidos para ocupar uma vaga na Suprema Corte do país. O nome da juíza de 55 anos foi aprovado pelo Senado americano por 68 votos contra 31.

BBC Brasil |

Ela será a terceira mulher a alcançar um posto na instância máxima do Judiciário americano.

A maior parte dos republicanos no Senado votou contra a indicação por julgá-la excessivamente à esquerda em temas como questões raciais e porte de armas.

Muitos dos ataques dos republicanos a ela se basearam nos comentários do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de que ele buscava para a Suprema Corte um nome que tivesse ''empatia''. Tal critério foi considerado pelos oposicionistas superficial demais para determinar a escolha de uma juíza para a Suprema Corte.

Também gerou críticas uma afirmação feita no passado pela própria Sotomayor de que ''uma latina de sabedoria'' poderia ser uma melhor juíza do que um homem branco.

Durante a sabatina no Congresso para confirmar sua indicação para o posto, a juíza disse ter feito, na ocasião, ''um jogo de palavras'' que ''não deu certo''.

Sabedoria latina
Sotomayor é uma nova-iorquina filha de porto-riquenhos. Ela cresceu em um conjunto habitacional numa região pobre do bairro do Bronx, no norte de Nova York, mas conseguiu êxito profissional como advogada e juíza.

A juíza foi a primeira indicação de Barack Obama para a Suprema Corte do país.

''Com este voto histórico, o Senado afirmou que a juíza Sotomayor possui o intelecto, o temperamento, a história, a integridade e a independência de espírito para servir de forma apta a corte máxima de nosso país', disse o presidente americano'.

Sotomayor irá substituir o juiz David Souter, também considerado um liberal, que decidiu se aposentar.

Os juízes da Suprema Corte exercem mandatos vitalícios e só podem se afastar do cargo por vontade própria.

O juramento de Sotomayor está marcado para neste sábado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG