Primeira embarcação americana com ajuda humanitária chega à Geórgia

Tbilisi, 24 ago (EFE).- Chegou neste domingo a primeira embarcação dos Estados Unidos com ajuda humanitária para a população civil ao porto georgiano de Batumi, no Mar Negro.

EFE |

O cargueiro "McFaul", primeiro dos três navios com ajuda esperados hoje em Batumi, se situou na entrada do porto comercial da cidade, que por suas características não pode receber grandes navios de guerra, informou o canal de TV local "Rustavi-2".

Um representante da agência americana para o desenvolvimento internacional (Usaid) informou às autoridades e à imprensa georgianas que a embarcação transporta colchões, cobertores, itens de higiene pessoal e alimentos para a população local.

Ainda é esperada para este domingo a chegada a Batumi de outros dois navios com ajuda dos Estados Unidos, aliado da Geórgia e que já havia enviado há vários dias para o país do Cáucaso um avião com ajuda humanitária em regime de urgência.

A Rússia, cujo Exército entrou na Geórgia no último dia 8 para proteger a separatista região da Ossétia do Sul de tropas georgianas, já expressou seu incômodo pelas manobras navais realizadas no Mar Negro por outros quatro navios da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O comando militar russo opinou que esse "aumento da presença naval da Otan no Mar Negro agrava a situação" na região, e também diz suspeitar que navios americanos transportem à Geórgia armas em vez de ajuda humanitária.

"A Otan não cria nenhuma ameaça para a Rússia no Mar Negro. Os navios aliados transportam à Geórgia apenas ajuda humanitária e assistência, para o restabelecimento das infra-estruturas civis e militares destruídas por tropas russas", rebateu o vice-ministro da Defesa da Geórgia, Batu Kutelia. EFE mv/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG