Primária de Michigan é teste decisivo para Romney

Pré-candidato à presidência dos EUA tenta evitar derrota em seu Estado natal, que realiza prévia republicana nesta terça-feira

iG São Paulo |

O pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Mitt Romney enfrenta um teste decisivo nesta terça-feira, quando eleitores de Michigan vão às urnas para votar nas primárias do partido. O Arizona também realiza sua prévia nesta terça-feira.

A votação é considerada crucial para Romney porque ele nasceu e foi criado em Michigan, Estado que foi governado por seu pai. Uma vitória pode representar um importante passo rumo à indicação republicana, enquanto uma derrota seria considerada especialmente constrangedora.

Saiba mais: Veja o especial com tudo sobre as eleições nos EUA

Reuters
Ao lado da mulher, Ann, Romney faz campanha em Royal Oak, Michigan (27/02)

Pesquisas de opinião mostram Romney com boa vantagem no Arizona, mas em empate técnico com o ex-senador Rick Santorum na prévia de Michigan. Diante da possibilidade de derrota, assessores do ex-governador de Massachusetts tentam reduzir a importância da disputa em seu Estado natal.

"O importante é que queremos ganhar. Mas, se não ganharmos, não será tão devastador quanto vocês querem fazer", disse um estrategista da campanha de Romney, falando à imprensa.

Durante a campanha em Michigan, Santorum buscou promover suas posições conservadoras a respeito de questões sociais e enfatizou a necessidade de reconstruir a base industrial do Estado, muito atingido pela atual crise econômica nos EUA.

"Tenho viajado por todo o Estado, e estou realmente animado com a resposta. Acho que vamos surpreender algumas pessoas (nas primárias)", disse Santorum na segunda-feira.

Apenas republicanos podem votar na primária desta terça-feira em Michigan, mas as regras permitem que eleitores mudem de partido temporariamente.

Isso permite que alguns democratas se tornem republicanos apenas para participar da prévia, o que colabora para a imprevisibilidade da votação.

A campanha de Santorum ganhou força após a vitória nas primárias de Minnesota, Missouri e Colorado . ritmo da disputa republicana se acelera no mês que vem, quando 22 Estados realizam suas votações - dez deles no dia 6, a chamada "Super Terça".

Com bom desempenho nas pesquisas, Santorum se tornou o principal alvo de ataques de Romney. Durante um debate em Mesa, no Arizona, o ex-governador de Massachusetts adotou tom agressivo e atacou o rival por ter votado a favor do aumento de gastos públicos durante sua passagem pelo Congresso.

Ao mesmo tempo, Romney tentou defender seu legado "conservador" como governador, em uma nova tentativa de aplacar as dúvidas dos republicanos que o consideram moderado demais.

Tentando preservar suas credenciais conservadoras, Santorum aproveitou o debate para reiterar sua defesa aos valores conservadores, criticar o uso de anticoncepcionais e rejeitar o aborto e o casamento homossexual.

Com Reuters e AP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG