MÉXICO - As autoridades mexicanas anunciaram hoje a prisão do traficante Vicente Carrillo Leyva, de 32 anos, jovem chefe do cartel da Cidade Juárez que estava na lista dos mais procurados do país.

Conhecido no México como "Engenheiro", ele é sobrinho de Vicente Carrillo Fuentes, o "Viceroy", principal chefe atual do Cartel de Juárez, e filho do falecido Amado Carrillo Fuentes, o "Senhor dos Céus", morto em 1997 durante uma cirurgia plástica.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Polícia Federal Preventiva (PFP) informaram em entrevista coletiva dos detalhes da detenção ontem na Cidade do México do traficante, por quem o governo oferecia uma recompensa de 30 milhões de pesos (R$ 4,7 milhões) desde 23 de março.

O comissário da PFP, Rodrigo Esparza, explicou que Vicente Carrillo Leyva foi encontrado em Bosques Lomas, na capital mexicana quando "realizava atividades físicas em um parque próximo a sua casa" Ele detalhou que o traficante usava o nome falso de Alejandro Peralta Álvarez para não ser localizado e fazia se passar por empresário.

O funcionário policial abundou em que uma das principais linhas de investigação foi o fato de que a mulher dele, Celia Karina Quebedo Gastelum não mudou de nome e que sua irmã mais nova foi casada com Rodolfo Carrillo Fuentes, conhecido como "Menino de Ouro", irmão menor do clã e assassinado em setembro de 2004.

Segundo a polícia, a principal tarefa do "Engenheiro" na organização criminosa era a de "esconder recursos ilícitos" e ele respondia às ordens do líder máximo da organização, seu tio "Viceroy".

Leia mais sobre México

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.