Preso o homem que cuidava de filho de ex-refém colombiana

Agentes do Ministério Público da Colômbia prenderam José Crisanto Goméz, que teria mantido sob custódia Emmanuel, filho da ex-refém das Farc Clara Rojas nascido em cativeiro, sob a acusação de seqüestro e falso testemunho, informou nesta sexta-feira o organismo.

AFP |

Gómez foi excluído de um programa de proteção a testemunhas e se encontra agora em uma prisão de segurança máxima em Bogotá, ao ser considerado pela Promotoria um guerrilheiro, e não um simples camponês que recebeu a tarefa das Farc de cuidar do menino.

Gómez havia sido envolvido no programa no final de 2007, após revelar aos organismos de segurança que em junho de 2005 entregou o menor às autoridades de Guaviare (sudeste), onde Clara Rojas foi liberada junto com outra refém em janeiro.

Gómez afirmou não saber que se tratava do filho de Rojas.

O MP considerou, contudo, que ele sabia que o menino era filho da ex-candidata à vice-presidência da República, na mesma chapa de Ingrid Betancourt, sendo acusado por seqüestro, rebelião, fraude processual e falso testemunho.

Emmanuel nasceu em 16 de abril de 2004, de uma relação consentida de Rojas com um guerrilheiro.

axm/fb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG