Preso no Amapá médico francês acusado de pedofilia

São Paulo, 28 jan (EFE).- A Polícia do Amapá deteve um médico francês acusado de pedofilia por fotografar menores nus na cidade de Oiapoque, na fronteira com a Guiana Francesa, confirmou hoje a Polícia Federal (PF) à Agência Efe.

EFE |

Segundo a PF, o homem foi detido quando atravessava a fronteira rumo à Guiana Francesa, onde mora, e depois de ter sido descoberto pelos funcionários de um hotel enquanto fotografava um menor de 15 anos nu.

De acordo com o depoimento dos empregados do hotel no qual o médico se hospedava, ele deu entrada no estabelecimento na terça-feira passada acompanhado de dois menores, de 8 e 15 anos, o que despertou suspeitas.

A recepcionista chamou o menino de 8 anos enquanto outro funcionário entrou no quarto e flagrou o médico fotografando o adolescente com os genitais descobertos. Com isso, decidiram expulsá-lo do hotel e chamaram a Polícia.

O médico enfrenta agora uma acusação de "produção de atividade fotográfica usando menores em situação humilhante", com uma pena prevista de entre dois e seis anos de prisão.

O homem, que continua detido em Oiapoque, admitiu que estava fotografando o jovem, mas alegou que o rapaz tirou sua roupa por vontade própria. EFE az/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG