Preso na Espanha empresário que construía casas perto de Natal

Múrcia (Espanha), 4 dez (EFE).- O espanhol Luis Nicolás Mateos, empresário do ramo imobiliário que promovia um complexo urbanístico em Lagoa do Coelho, a 70 quilômetros de Natal, foi preso hoje em Múrcia, na Espanha por suspeita de fraude, informaram fontes judiciais à Agência Efe.

EFE |

A operação foi realizada pela Polícia Nacional espanhola a partir de 20 denúncias apresentadas de pessoas que se disseram lesadas por fraudes de Mateos, que na Espanha constrói condomínios voltados para idosoa.

Fontes próximas à investigação informaram à Efe que o empresário deve ser posto ainda esta tarde à disposição da Justiça.

Nas últimas semanas Luis Nicolás Mateos já havia sido condenado, em julgamentos nas cidades espanholas da Múrcia e Alicante, a pagar indenizações por demissões injustificadas de diversos empregados de seu grupo.

Além disso, outra sentença na Justiça espanhola ordenou em agosto o embargo de diversos bens de sua construtora, após a apresentação dos processos destes trabalhadores despedidos.

Presidente do Grupo Nicolás Mateos S.L., desde 2003, ele promovia condomínios como o da Lagoa do Coelho, onde projetava 13 mil casas, rodeadas por um entorno ambiental que inclui a própria lagoa, com 580 mil metros quadrados, palmeiras e outras árvores de espécies protegidas por lei.

No total, o Grupo Nicolás Mateos tem dez sociedades através das quais desenvolve seis linhas de negócio. EFE murr/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG