Presidentes de Turquia e Armênia afirmam desejo de resolver as tensões

Os presidentes de Turquia e Armênia disseram neste sábado que existe uma vontade política de solucionar várias décadas de tensões e desavenças entre ambos os países vizinhos, após suas históricas conversas em Erevan.

AFP |

"Temos a vontade política de resolver as diferenças entre a Turquia e a Armênia. Espero que esta visita possa criar a possibilidade de melhorar nossas relações", destacou Gul, em visita histórica à capital da Armênia neste sábado.

"Temos a vontade de resolver as diferenças entre nossos países para não deixá-las para as gerações vindouras", disse Sarkissian em entrevista à imprensa, ao lado do presidente turco.

O presidente turco, Abdullah Gül, chegou neste sábado à Armênia para a primeira visita de um chefe de Estado turco ao país, após duas décadas de silêncio diplomático entre os dois países.

O avião da presidência turca aterrissou às 14H40 (11H40 GMT) no aeroporto Zvartnots, onde Gul foi recebido pelo ministro armênio dos Assuntos Estrangeiros, Eduard Nalbandian.

Após o encontro e um jantar com Serge Sarkissian, Abdullah Gül iria assistir a uma partida de futebol entre a Armênia e a Turquia válida pelas classificatórias da Copa do Mundo de 2010, e voltar para seu país.

Na entrevista à imprensa, o presidente turco convidou seu colega armênio para ver a partida de volta na Turquia.

Contrários a esta visita, várias centenas de manifestantes formaram em calma neste sábado uma corrente humana em torno do aeroporto de Erevan, constatou o jornalista da AFP no local.

Os manifestantes agitavam bandeiras armênias e bandeiras vermelhas com o emblema do partido nacionalista Dachnak Tsoutioun.

"Reconheça o genocídio. Abra as fronteiras sem condições", diziam os cartazes em inglês, turco ou armênio.

nc-ib/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG