Presidentes começam a chegar ao Chile para reunião da Unasul

Santiago, 15 set (EFE).- Os líderes sul-americanos começaram a chegar a Santiago do Chile para a cúpula extraordinária de chefes de Estado e de Governo da União de Nações Sul-americanas (Unasul), convocada pela presidente Michelle Bachelet para analisar a crise na Bolívia.

EFE |

O primeiro a chegar à capital chilena foi o presidente do Paraguai, Fernando Lugo. O chefe de Estado não falou com a imprensa e foi direto à embaixada de seu país.

Dessa forma, Lugo se antecipou ao presidente boliviano, Evo Morales, que se previa que fosse o primeiro a chegar a Santiago, mas que acabou se atrasando.

Posteriormente está previsto que cheguem os líderes da Colômbia, Álvaro Uribe, do Equador, Rafael Correa, do Uruguai, Tabaré Vázquez, e da Venezuela, Hugo Chávez.

Depois, devem chegar a chefe de Estado da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já deixou o Brasil rumo ao Chile.

A principal ausência da reunião será a do presidente peruano, Alan García, que enviou seu chanceler, José Antonio García Belaúnde.

O chefe de Estado justificou sua falta por problemas de agenda, já que na quinta-feira inicia visita ao Brasil.

Também não estarão no Chile os governantes do Suriname e da Guiana, que também fazem parte da Unasul.

A reunião está prevista para começar às 15h na hora local (16h, Brasília). EFE mf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG