Presidente uruguaio deixa Tóquio após visita oficial para estreitar laços

Tóquio, 15 dez (EFE).- O presidente em fim de mandato do Uruguai, Tabaré Vázquez, finalizou hoje uma visita oficial de cinco dias ao Japão, depois de se reunir com as principais autoridades do país asiático para estreitar a cooperação e fomentar investimentos.

EFE |

Vázquez, que em março será substituído na Presidência pelo líder eleito, José "Pepe" Mujica, viajou ao Japão acompanhado de sua esposa, María Auxiliadora Delgado; o chanceler uruguaio, Pedro Vaz; o ministro da Economia e Finanças, Álvaro García; e o de Indústria, Energia e Mineração, Raúl Sendic.

Durante sua visita, foi assinado um acordo que prevê o Japão vai disponibilizar 730 milhões de ienes (aproximadamente US$ 8,2 milhões) para um projeto de energia solar no Uruguai.

Também foi realizado um seminário de investidores no qual tanto Vázquez como o ministro García sublinharam as oportunidades de investimento no Uruguai como polo logístico do Mercosul.

Ontem, segunda-feira, o presidente do Uruguai foi recebido pelo imperador japonês, Akihito, e posteriormente se reuniu com o chefe do Governo japonês, Yukio Hatoyama, com o qual acertou buscar novas áreas de colaboração econômica e aumentar os esforços para a luta contra a mudança climática.

Na área comercial, Vázquez se referiu ao setor das carnes, que constitui a principal fonte de exportações do Uruguai, e convidou Hatoyama a enviar uma delegação técnica a seu país para que comprove a qualidade da carne uruguaia e verifique os processos sanitários.

A entrada de carne bovina do Uruguai está proibida no Japão desde o ano 2000 por causa da febre aftosa. EFE mic/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG