Presidente sul-coreano anuncia bloqueio do comércio com Coreia do Norte

Lee Myung-bak também confirma que país vai levar o caso ao Conselho de Segurança da ONU

iG São Paulo |

O presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, anunciou neste domingo a suspensão dos intercâmbios comerciais com a Coreia do Norte e exigiu desculpas do regime comunista de Pyongyang por torpedear uma corveta sul-coreana e matar 46 marinheiros em março.

Em discurso na televisão, Lee confirmou que Seul levará o caso perante o Conselho de Segurança da ONU para reivindicar sanções a Pyongyang, e advertiu que seu governo tomará medidas de autodefesa em caso de "uma nova provocação" norte-coreana.

Especialistas dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália e Suécia disseram em um relatório, na semana passada, que o navio foi atingido por um torpedo. Segundo o documento, partes do torpedo recuperadas no fundo do mar têm informações escritas em um tipo de letra encontrado em design norte-coreano.

A Coreia do Norte nega qualquer envolvimento no ataque ao navio, afirmando que o resultado da investigação é uma "fabricação" e ameaçando com uma guerra, se forem impostas sanções. O governo americano disse que a Coreia do Norte deve sofrer consequências internacionais pelo incidente.

Com EFE e BBC

    Leia tudo sobre: coreia do sulcoreia do nortenaufrágiotorpedo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG