Presidente sírio confirma que Israel ofereceu devolver Colinas do Golã

Abu Dhabi, 24 abr (EFE).- O presidente sírio, Bashar al-Assad, confirmou hoje que seu país mantém contatos indiretos com Israel desde abril de 2007, e que este país ofereceu devolver as Colinas do Golã em troca de um acordo de paz com Damasco.

EFE |

Em entrevista ao "Al Watan", que teve parte divulgada pelo site do jornal, Assad confirmou também que a oferta israelense foi transmitida pelo primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e que este viajará no próximo sábado a Damasco.

No entanto, o líder sírio insistiu em que, por enquanto, "não haverá negociação diretas" com Israel, mas "continuarão através do mediador turco". Assad não descartou conversas diretas "sob o patrocínio de uma futura Administração americana".

"A mediação turca teve resultados positivos, já que (o primeiro-ministro israelense, Ehud) Olmert disse que está disposto a devolver o Golã. Recebemos esta notícia há uma semana", disse.

"Precisamos agora chegar a um compromisso através do mediador turco (...), não haverá negociações secretas e não serão diretas (...), conversaremos primeiro sobre a devolução do território (do Golã) para ver a credibilidade de Israel", acrescentou. EFE fa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG