Damasco, 18 jan (EFE).- O presidente da Síria, Bashar al-Assad, ressaltou a importância de a ONU e as organizações internacionais assumirem suas responsabilidades e exercerem o papel que lhes cabe ante o uso de armas proibidas internacionalmente pelas tropas israelenses, segundo a agência de notícias síria Sana.

Em reunião com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o presidente sírio também pediu a suspensão definitiva do bloqueio imposto a Gaza em junho de 2007 e a abertura das passagens fronteiriças na região.

Além disso, afirmou que o cessar-fogo declarado unilateralmente por Israel na Faixa de Gaza não é suficiente e tem que ser acompanhado da retirada das tropas israelenses.

Sobre a situação no território palestino, Assad pediu que organizações e a comunidade internacional unam seus esforços para que a ajuda humanitária urgente chegue aos palestinos.

Ban, de viagem pela região, se reuniu com o presidente sírio antes de acudir da cúpula convocada pelo presidente egípcio, Hosni Mubarak, na cidade de Sharm el- Sheikh (Egito).

Em declarações aos jornalistas, o diplomata destacou a necessidade de Israel retirar "todas as suas tropas de Gaza o mais rápido possível", e reiterou seu compromisso de instaurar a paz no Oriente Médio em conformidade com as resoluções internacionais.

O secretário-geral da ONU assegurou que sua prioridade agora é que os palestinos de Gaza tenham acesso à ajuda humanitária. EFE gb/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.