Gaza, 10 jun (EFE).- O presidente senegalês, Abdoulaye Wade, convidou o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do Fatah, Mahmoud Abbas, e o responsável do escritório político do Hamas, Khaled Meshaal, a se reunir em Dacar para colocar fim à divisão entre os dois movimentos.

Assim anunciou hoje um dos porta-vozes do Hamas, Ayman Taha, que manifestou sua esperança de que "o encontro seja iminente".

Wade faz a mediação entre os dois grupos, particularmente em confronto desde que o Hamas tomou o controle da Faixa de Gaza, há um ano, e expulsou as forças de segurança leais a Abbas.

Na quarta-feira passada, o presidente da ANP pediu para retomar o diálogo com os islâmicos e, neste fim de semana, representantes do Hamas e do Fatah se reuniram durante dois dias em Dacar com Wade como mediador.

Taha qualificou hoje este encontro de "introdutório" e "destinado a colocar fim ao estado de divisão" entre os dois grupos, que, além de ideológico, é territorial, pois há um ano o Hamas controla a Faixa de Gaza. O Fatah só exerce seu poder na Cisjordânia.

Além disso, o dirigente do Hamas Jamal Abu Hashim disse hoje que seu grupo está dialogando com outras facções palestinas sobre "como responder à chamada de Abbas (à reconciliação), de modo que sirva aos interesses vitais do povo".

"O diálogo nacional ao que aspiramos não é tático nem temporário, é uma estratégia clara" que vai além do que deseja Israel ou EUA, acrescentou Abu Hashim. EFE sar/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.