Presidente russo se encontra com Fidel Castro em Cuba

HAVANA (Reuters) - O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, encontrou-se com o ex-líder cubano Fidel Castro, nesta sexta-feira, para estreitar os laços entre os dois antigos aliados na Guerra Fria, informou a agência de notícias estatal russa RIA. O encontro marca o fim da viagem de Medvedev pela América Latina, considerada uma tentativa russa de fortalecer sua presença no tradicional quintal norte-americano através de acordos energéticos, militares e comerciais na região.

Reuters |

"Foi uma ótima visita, uma visita magnífica", disse o presidente de Cuba e irmão de Fidel, Raúl Castro, a repórteres.

Nenhuma foto ou filmagem do encontro foi divulgada num primeiro momento.

Fidel, de 82, que comandou Cuba por 49 anos até ser substituído por Raúl, em fevereiro, não é visto em público desde que passou por um cirurgia, em julho de 2006. Mas ele escreve regularmente para o jornal do Partido Comunista e se encontra com líderes mundiais.

Ele conversou com o presidente da China, Hu Jintao, neste mês, em Havana.

Medvedev foi a Cuba após visitar a Venezuela, onde ele e o presidente Hugo Chávez, conhecido pela retórica anti-americana, supervisionaram exercícios navais conjuntos. A viagem do presidente russo acontece num momento em que as relações de Washington e Moscou estão tensas devido ao plano norte-americano de instalar um escudo antimíssil no leste europeu. As relações dos países já tinham estremecido meses antes, com a guerra na Geórgia.

(Reportagem de Patrick Markey)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG