MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, fez uma visita-surpresa à república do Daguestão nesta quinta-feira, um dia depois de ataques suicidas matarem 12 pessoas na turbulenta região do Norte do Cáucaso. Medvedev chegou à capital local de Makhachkala, onde ele terá uma reunião de emergência com autoridades de segurança e líderes regionais, disse um porta-voz do Kremlin.

O presidente viajou acompanhando de autoridades de segurança do primeiro escalão.

(Reportagem de Denis Dyomkin)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.