Presidente polonês só ratificará o tratado se a Irlanda mudar sua posição

O presidente polonês, Lech Kaczynski, disse nesta quarta-feira em entrevista à AFP que somente ratificará o tratado de Lisboa se a Irlanda o aprovar em novo referendo.

AFP |

"Se a Irlanda tomar outra decisão, sem pressão e sem ter que modificar sua Constituição, a Polônia não bloqueará o tratado", declarou Kaczynski.

"Eu não bloquearei o tratado, até porque o Parlamento (polonês) já o aprovou", garantiu.

Terça-feira, o líder conservador disse que não fazia mais sentido ratificar o tratado de Lisboa depois do 'não' irlandês.

O Parlamento polonês aprovou a ratificação em abril. Porém, a Constituição do país estipula que o presidente tem que ratificar os tratados em última instância.

mrm/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG