Presidente polonês irá à cúpula européia para defender a Geórgia

Varsóvia, 28 ago (EFE).- O presidente polonês, Lech Kaczynski, um dos líderes europeus que mais apóiam a Geórgia em seu conflito com a Rússia, irá excepcionalmente à próxima cúpula da União Européia, convidado pelo chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy, para impulsionar medidas de apoio à causa georgiana e contra Moscou.

EFE |

Segundo fontes governamentais, a cúpula - que acontecerá em 1º de setembro, em Bruxelas - contará com dois representantes da Polônia, já que, além de Kaczynski, também estará presente o primeiro-ministro polonês, Donald Tusk.

Os dois políticos, que pertencem a diferentes partidos e mantêm uma difícil convivência, decidiram deixar de lado as diferenças para apoiar à Geórgia, por isso se reunirão amanhã para definir uma estratégia comum no encontro da UE, que terá como assunto principal a crise após o reconhecimento do Kremlin da independência da Ossétia do Sul e da Abkházia.

Kaczynski se reunirá antes desta cúpula européia com os presidentes da Lituânia, Letônia e Estônia, com o objetivo de definir uma posição comum frente à recente decisão russa. EFE nt/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG