Presidente paraguaio pede perdão às vítimas da ditadura

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, pediu perdão nesta quinta-feira às vítimas da ditadura do general Alfredo Stroessner (1954/89) em nome do Estado, durante um ato no teatro municipal onde não conseguiu conter as lágrimas diante de vários parentes de mortos e desaparecidos.

AFP |

"Perdão em nome da Nação Paraguaia, por tantas injustiças a que foram submetidos, perdão por cada centímetro de dor física e anímica que flagelou seu território corporal", disse o chefe de Estado.

Lugo assistiu à entrega do relatório final da Comissão de Verdade e Justiça sobre as violações dos Direitos Humanos cometidas pelo regime autoritário durante seus 35 anos de vigência.

Enquanto Lugo pronunciava seu discurso, sua voz ficou embargada em três ocasiões e o presidente chorou, emocionando todos os presentes.

hro/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG