Presidente paquistanês admite que seu país não vencerá sozinho o terrorismo

O presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, pediu nesta segunda-feira a ajuda dos países europeus para lutar contra o terrorismo ao considerar que seu país não poderá ganhar sozinho a guerra contra o terrorismo, em uma entrevista ao jornal francês Le Figaro.

AFP |

"Lanço um grito ao mundo: não estamos ganhando esta guerra global contra o terrorismo. Vamos tentar todos juntos: americanos, europeus e todas as nações civilizadas do planeta, para fazer do Paquistão um Estado civilizado, para fazer desta região uma região civilizada", disse Zardari.

O presidente paquistanês, que definiu seu país como "o enfermo da Ásia", destacou, no entanto, que os 150.000 soldados mobilizados na fronteira com o Afeganistão têm realizado ações "contra forças extremistas".

ycl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG