Presidente mexicano envia condolências por morte de crianças em incêndio

México, 6 jun (EFE).- O presidente do México, Felipe Calderón, enviou hoje suas condolências aos parentes das 31 crianças que morreram em um incêndio em Hermosillo, capital do estado de Sonora, e ordenou dar todo o apoio e atenção aos feridos.

EFE |

"Como mexicano, como pai de família, como presidente da República, estou verdadeiramente entristecido e consternado desde o momento em que soube desta tragédia", disse o líder mexicano, durante uma viagem pelo porto de Mahahual, na Riviera Maya.

O incêndio ocorreu, segundo testemunhas, em um depósito de pneus e o fogo se propagou para uma creche onde havia cerca de 150 menores, dos quais 31 morreram e outros 30 foram levados a hospitais da área com queimaduras graves.

Calderón expressou seu pesar e disse aos pais das crianças que o Governo fará todo o esforço para "minimizar e aliviar esta dor", que deixou a cidade de luto e comoveu todo o México.

Acrescentou que o Governo federal mantém contato com o governador de Sonora, Eduardo Bours, a quem ofereceu todo o apoio do Executivo para atender aos familiares das vítimas.

Calderón disse que ordenou ao diretor do Seguro Social, Daniel Karam, que fosse imediatamente ao local para atender pessoalmente às crianças afetadas, assim como os familiares das vítimas, e se encarregar das medidas para socorrer adequadamente os feridos.

"A prioridade é que recebam absolutamente todo o apoio que requeiram de maneira oportuna neste momento de dor", disse o presidente. EFE jrm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG