O presidente do Estado italiano, Giorgio Napolitano, enviou uma carta pessoal ao presidente Lula na qual expressa sua profunda surpresa com a decisão do Brasil de conceder asilo político a Cesare Battisti, indicou neste sábado um comunicado da Presidência.

O presidente italiano manifestou a Luiz Inácio Lula da Silva sua "profunda surpresa" e seu "pesar" pela decisão do governo brasileiro de conceder o status de refugiado político ao ex-ativista de extrema esquerda condenado por vários homicídios e cuja extradição é exigida pela Itália.

O comunicado da Presidência italiana lembra que Battisti foi "condenado à prisão perpétua por ter sido considerado culpado, entre outras acusações, por quatro homicídios com fins terroristas".

Napolitano lembrou em sua carta as garantias constitucionais e jurídicas que a Itália oferece "incluindo os responsáveis por atos de terrorismo" e manifestou "a mais vívida comoção" provocada pela decisão brasileira, ressaltou o comunicado.

nou/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.