O presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad ordenou nesta terça-feira proteção policial para a Prêmio Nobel da Paz 2003, Shirin Ebadi, depois desta afirmar ter recebido ameaças de morte.

Ebadi, advogada e defensora dos direitos humanos, afirmou na véspera ter recebido várias ameaças de morte em função de sua atuação nessa área.

hif/tp/gk/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.