ordem econômica injusta - Mundo - iG" /

Presidente iraniano denuncia ordem econômica injusta

O presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, denunciou nesta quarta-feira a ordem econômica injusta dominada, segundo ele, pelos Estados Unidos.

AFP |

"A ordem econômica é injusta e irresponsável", afirmou o presidente ultraconservador na abertura em Teerã de uma reunião da Organização de Cooperação Econômica (ECO).

"Infelizmente, as nações do mundo têm que pagar o custo das políticas ineficazes de certos países", lamentou.

"Os Estados Unidos e alguns de seus aliados estão no centro da crise econômica".

A reunião tem a presença do presidente afegão Hamid Karzai, que deve convidar os interlocutores iranianos a participar em uma conferência internacional sobre o Afeganistão no dia 31 de março.

A ECO - fundada em 1985 por Irã, Paquistão e Turquia - reúne os países da região e neste encontro pretende examinar o impacto da crise financeira mundial em sua economia.

Ahmadinejad afirmou ainda que o "sistema capitalista fracassou". Ele pediu uma contraofensiva "à ameaça da ordem internacional injusta criando uma situação econômica segura para nossos países", com o desenvolvimento dos intercâmbios entre os membros da ECO.

fpn-jds-pcl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG