livre e justa - Mundo - iG" /

Presidente indonésio pede eleição livre e justa

O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, pediu nesta terça-feira uma votação realmente livre, justa e secreta, na véspera da eleição presidencial na terceira maior democracia do mundo.

AFP |

"Façamos desta eleição um sucesso. Mostremos ao mundo que não acontece nada de errado na Indonésia", declarou Yudhoyono, o grande favorito desta presidencial.

Cerca de 175 milhões de eleitores são convocados às urnas para esta segunda eleição presidencial no sufrágio universal direto desde a instauração da democracia no país, em 1998.

Após uma campanha eleitoral sem violência, Yudhoyono defendeu uma eleição "realmente honesta, justa, direta, livre e secreta".

De acordo com as pesquisas de opinião, Susilo Bambang Yudhoyono, um general da reserva de 59 anos, deve ser reeleito já no primeiro turno para um segundo mandato de cinco anos. Ele está muito à frente de seus dois principais adversários, a ex-presidente Megawatui Sukarnoputri e o atual vice-presidente Jusuf Kalla.

A forte popularidade do presidente se deve à estabilização do país nos cinco últimos anos e à boa situação econômica, com um crescimento de 4,4% no primeiro trimestre de 2009 apesar da crise. Entretanto, o desemprego e a pobreza continuam sendo mais elevados na Indonésia do que na maioria dos outros países da Ásia.

bur/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG