Presidente indonésio é reeleito no primeiro turno, segundo estimativas

O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono foi reeleito já na primeira rodada da eleição presidencial, que transcorreu na calma nesta quarta-feira na terceira maior democracia do mundo, segundo estimativas.

AFP |

Yudhoyono, no poder desde 2005, obteve entre 58% e 61% dos votos, segundo estimativas dos institutos de pesquisa baseadas nas cédulas apuradas.

Esta vitória anunciada deve lhe permitir seguir adiante com as reformas lançadas para estimular o desenvolvimento econômico da Indonésia, o quarto país mais povoado do mundo.

General da reserva de 59 anos, Yudhoyono superou com facilidade seus dois principais adversários, a ex-presidente Megawati Sukarnoputri e o atual vice-presidente Jusuf Kalla.

Kalla, que teria reunido 12% a 15% dos votos, já parabenizou Yudhoyono por sua vitória. Já Megawati, que segundo as estimativas obteve 26% dos votos, lamentou problemas de organização que privaram, segundo ela, muitos eleitores de seus direitos cívicos. Ela denunciou uma "pseudo-democracia", mas não disse se contestará oficialmente os resultados.

Os resultados definitivos da eleição presidencial só serão anunciados daqui a duas semanas.

Cerca de 176 milhões de eleitores foram convocados às urnas nas 6.000 ilhas habitadas do arquipélago para esta segunda eleição presidencial no sufrágio universal direto desde a instauração da democracia no país, em 1998.

Se sua reeleição for confirmada, Yudhoyono prometeu se empenhar para que a economia volte a um ritmo de crescimento superior a 6%, como em 2007 e 2008.

bur/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG