Sana, 26 set (EFE).- O presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, prometeu hoje que a campanha militar lançada contra os rebeldes xiitas no norte do país continuará o tempo que for necessário.

Durante um discurso pronunciado com ocasião do 47 aniversário da queda da monarquia do Iêmen do Norte, Saleh insistiu em que "não cederemos, continuaremos a guerra, mesmo que dure cinco ou seis anos".

As autoridades iemenitas acusam os rebeldes xiitas de querer restaurar o regime que imperou no Iêmen do Norte do século X até a revolução republicana de 1962.

No entanto, o líder iemenita ressaltou que o conflito poderia acabar se os insurgentes se rendessem.

O Exército iemenita lançou em 11 de agosto uma forte ofensiva contra combatentes rebeldes no norte do país, onde houve combates esporádicos desde 2004, mas que se intensificaram nas últimas semanas. EFE ja/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.