Presidente iemenita diz que Al Qaeda planeja atacar seu país e A. Saudita

Sana, 13 ago (EFE).- O presidente do Iêmen, Ali Abdallah Saleh, acredita que os militantes da Al Qaeda têm planos para lançar novos ataques contra seu país e a vizinha Arábia Saudita, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Saleh, primeiro chefe de Estado árabe a se unir aos Estados Unidos em sua guerra contra o terrorismo, transmitiu essa informação ao príncipe herdeiro saudita, Sultan bin Abdul Aziz Al-Saud, em uma conversa por telefone mantida na terça-feira à noite.

Os novos planos da Al Qaeda foram descobertos após uma operação lançada na segunda-feira passada pelas forças de segurança iemenitas contra um esconderijo de membros desse grupo na localidade de Traim Hadrmut, 900 quilômetros ao sudeste de Sana.

Na operação, aconteceu um confronto entre as forças de segurança iemenitas e homens armados, que acabou com a morte de dois policiais e cinco terroristas, informou ontem o Ministério da Defesa iemenita, em comunicado.

Entre os mortos, as autoridades iemenitas identificaram Salem al-Qaetti, membro do grupo que preparou o atentado contra os turistas espanhóis há mais de um ano.

A Arábia Saudita também está em meio a uma guerra antiterrorista desde que membros da Al Qaeda lançaram, em maio de 2003, uma rede de atentados contra esse país árabe. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG